Conselhos de dermatologistas, opiniões de especialistas, vídeos, descubra tudo o que precisa de saber para uma pele saudável e luminosa.

UMA ABORDAGEM GLOBAL PARA O TRATAMENTO DA ACNE

acne

O QUE É A ACNE ?

É uma doença inflamatória crónica do folículo pilossebáceo.

Na base de cada pelo, encontra-se uma glândula sebácea que segrega sebo, necessária à superfície da pele, que é então bem hidratada por uma película hidrolipídica formada pelo sebo e pela água proveniente das glândulas sudoríparas e pela transpiração. No acne, a glândula sebácea é bloqueada pelo aparecimento de pontos negros e sebo que é muito espesso ou segregado em grande quantidade em pessoas com pele propensa a acne.

Além da alteração do funcionamento do folículo pilossebáceo, está também associada a presença de bactérias ( C. acnes ) que induzem inflamação na glândula sebácea e na superfície da pele (borbulhas de acne).

A acne começa geralmente na puberdade, principalmente sob a influência das hormonas sexuais. Diz respeito principalmente a adolescentes mas também a adultos. A doença afeta mais o rosto, mas também as costas e, mais raramente, a nuca ou o tronco.

A acne afeta cerca 85% de jovens.  Os adultos também são afetados, sendo a maioria mulheres em idade adulta.

Nos adolescentes, dura em média 3 a 4 anos e geralmente resolve-se espontaneamente entre os 18 e os 20 anos . No caso dos adultos, pode ser decorrente de acne não curado na adolescência ou pode surgir mais tarde: neste caso, a causa deve ser identificada por um profissional de saúde e prescrito tratamento adequado.

A superprodução constante de sebo costuma ser a primeira manifestação de pele oleosa com tendência a acne. Os poros estão dilatados, a pele oleosa e brilhante. Este fenómeno ocorre principalmente em locais onde existe um grande número de glândulas sebáceas : todo o rosto (especialmente a zona “ T ” , também conhecida como testa, nariz e queixo), o tronco, os ombros e parte superior das costas.   

Esta secreção acompanhada pelo espessamento da camada superficial dos poros (aparecimento de pontos negros e borbulhas) causa a retenção de sebo na glândula sebácea e gera a proliferação de bactérias que se desenvolvem nos folículos sebáceos e causam inflamação. 

 

 

AS CAUSAS

O acne tem causas complexas como o aumento da secreção de sebo (a pele oleosa é uma das mais acneicas e com tendência a imperfeições), o aparecimento de pontos negros devido ao aumento da queratinização, inflamação induzida pela bactéria C. acnes e o aparecimento de borbulhas vermelhas.

Além da origem hormonal, o seu início tardio está ligado a fatores que podem ser identificados, tais como: 

  • Medicamentos / Anti cocepcionais/ tratamentos hormonais / ou à base de cortisona
  • Profissões - em contato com cloro ou alcatrão
  • Abuso de cosméticos ou uso de cosméticos de baixa qualidade (produtos muito gordurosos, muito oleosos, com risco de entupir os poros da pele)
  • Abuso de produtos de limpeza à base de sabão (efeito rebound da seborreia) 
  • Exposição ao sol , um verdadeiro falso amigo que funciona em duas etapas: vai de imediato diminuir a produção de sebo, mas a longo prazo o excesso de produção de sebo volta a verificar-se - em setembro

 

TIPOS DE IMPERFEIÇÕES DA PELE ACNEIA

  • Pontos negros ou comedões? abertos

A cor dos pontos negros é explicada pelo fato do sebo ser oxidado na superfície. São também chamados de comedões abertos e são reconhecíveis pela sua forma filamentar quando pressionados (o que não é recomendado, pois pode causar infeção).

Um comedão aberto não tratado pode evoluir para uma pápula ou pústula.

 

  • Microquistos fechados ou comedões (pontos brancos)

O microquisto, comedão fechado ou ponto branco, é um folículo pilossebáceo cuja abertura é recoberta por células da epiderme que o obstruem. A secreção contínua de sebo e queratina causa então uma pequena proeminência esbranquiçada, daí o seu nome de ponto branco (não deve ser confundido com pústula, que é purulenta).

 

  • Pápulas

Pápulas são inchaços vermelhos que podem ser dolorosos. Podem aparecer diretamente neste estágio ou desenvolver-se a partir de um comedões aberto ou fechado. Nesse estágio, a infeção do folículo ocorre na superfície da pele, mas pode levar rapidamente a uma infeção mais profunda, também chamada de pústula.

 

  • Pústulas

As pústulas são o próximo estágio das pápulas. São muito inflamatórias e contêm um líquido purulento amarelado vulgarmente chamado de "pus". Este líquido pode evacuar na superfície ou levar ao desenvolvimento de nódulos, propagando-se nas camadas profundas da pele.  

  • Quistos / nódulos

Os quistos são comedões envolvidos por uma cápsula que não permite mais a evacuação natural da glândula sebácea para a superfície da pele.

Este tipo de lesão representa acne nodulo-quística predominantemente presente nas costas, mesmo que o rosto também possa ser afetado. Este tipo de acne pode deixar cicatrizes.

O nódulo acumula o pus mais profundo na pele, que pode eventualmente criar cicatrizes permanentes.

 

OS DIFERENTES TIPOS DE ACNE

O acne é frequentemente considerado " polimórfico " porque combina diferentes tipos de lesões que dependem da infeção ou inflamação do folículo sebáceo e da extensão da retenção de sebo.  

Acne retencional : pele oleosa e brilhante, poros dilatados, presença de pontos negros (comedões abertos) e borbulhas sob a pele (microquistos ou comedões fechados). 

Acne inflamatório : desequilíbrio da flora microbiana causando inflamação dos comedões. Quando a inflamação atinge a superfície da pele, aparecem pápulas (borbulhas vermelhas) e pústulas (borbulhas purulentas). 

A inflamação pode ser mais profunda e criar quistos ou nódulos duros, geralmente dolorosos. Observe que quanto mais grave, profunda e dura a inflamação, maior o risco de cicatrizes permanentes.

As formas mais graves e raras dessa doença crónica são acne conglobata e acne fulminante.

 

PORQUÊ PROCURAR UM DERMATOLOGISTA? 

A acne é uma doença e, como a maioria das doenças, existem tratamentos adequados disponíveis. É importante consultar o seu médico ou dermatologista por vários motivos : 

  • Melhore o seu bem-estar

Independentemente da gravidade do acne e se é um adolescente ou mulher adulta, pode ser difícil e stressante lidar com o acne diariamente. É uma doença visível que pode ter um impacto na autoconfiança pelo receio do olhar dos outros. Certos tipos de acne também podem ser dolorosos e, portanto, sinónimos de desconforto.  

  • Evite cicatrizes

As cicatrizes são a complicação mais temida do acne. Inicialmente, podem ser vermelhas ou pigmentadas, essas são as etapas reversíveis. Mas o acne às vezes pode deixar cicatrizes permanentes, especialmente quando a inflamação é importante, profunda, persistente ou quando as borbulhas são manuseadas. As cicatrizes da acne podem parecer ocas (cicatriz atrófica).

Tratar a acne tarde demais ou com cuidados inadequados pode às vezes deixar cicatrizes permanentes, tanto no rosto quanto nas costas. Por isso, é altamente recomendável consultar um profissional de saúde e seguir bem o tratamento prescrito para evitar o seu aparecimento.

 

QUAIS AS SOLUÇÕES ? 

Os tratamentos dermatológicos mais comuns para acne são : 

1. Derivados da vitamina A (aplicação local ou sistémica - proibida durante a gravidez e amamentação) 
Só são prescritos com a pílula anticoncecional porque podem causar malformações se a paciente engravidar durante ou dentro de dois meses após o tratamento. Estes tratamentos tornam a pele mais fina e, portanto, mais sensível ao sol. Evite qualquer tratamento com vitamina A durante o verão. Use proteção solar máxima em todas as circunstâncias.

2. AHAs (alfa- hidroxiácidos ) como o ácido glicólico ou málico (ou seus derivados) que induzem a descamação das camadas superficiais da pele e eliminam borbulhas. São usados em concentrações variadas (de 0,5 a 2-3% em produtos cosméticos e até 70% no consultório do dermatologista para peelings dermatológicos).

3. Antibióticos sistémicos são prescritos para acne inflamatório (como a doxiciclina, a ser evitada durante o verão)

4. Anti-andrógenos para reverter os efeitos da testósterona. Este é o caso de algumas pílulas anticoncecionais

5. O zinco também pode ser recomendado, aplicado localmente ou como suplemento

 

Fonte: Nast A, Dreno B, Bettoli Z, et al. Diretriz europeia baseada em evidências para o tratamento da acne. JEADV 2016; 30: 1261–1268

  1. Poli F, et al. J Eur Acad Dermatol Venereol 2001; 15: 541-5,908.
  2. Auffret N. Ann Dermatol Venereol 2003; 130: 101-106
< Voltar aos artigos