Conselhos de dermatologistas, opiniões de especialistas, vídeos, descubra tudo o que precisa de saber para uma pele saudável e luminosa.

GESTÃO GLOBAL DO ACNE – SESSÃO DE ARTE-TERAPIA GUIADA

acne

Johanna Barralon - Art-terapeuta

PSICO

Sessão de terapia artística guiada

Exercício de arte ‐terapia (adultos e adolescentes) para ajudar a controlar o stresse
Proponho aqui um exercício de arte ‐terapia para ser feito em casa. Não é necessário ter experiência anterior em arte para realizar este exercício.
O objetivo é que se divirta enquanto experimenta. É o seu espaço de liberdade, neste sentido as instruções devem ser tomadas como propostas.
Deixe vir os pensamentos, memórias, sentimentos e ideias que lhe passam pela cabeça... No final da sessão encontrará um pequeno guia que lhe pode dar alguns caminhos de reflexão para um trabalho de introspeção.

MATERIAL :

  •            Folha A3 ou 4 folhas A4 coladas nas costas.
  •            Lápis e borracha
  •            Cores (lápis de cor, tintas, marcadores ou outros ...).
  •            Revistas ilustradas antigas
  •            Cola

Algumas dicas para fazer este exercício da melhor forma possível :

  • Tenha um tempo à sua frente (permita entre ½ hora e 1 hora)
  • Tenha um espaço isolado onde não seja incomodado durante o exercício
  • Prepare o material e tenha-o por perto quando começar
  • Esteja confortavelmente sentado (cadeira, mesa, garrafa de água, etc.)
  • Finalmente, é importante que você siga seu próprio ritmo. Cada etapa é independente e o exercício pode ser interrompido e retomado no dia seguinte se não tiver tempo suficiente para terminar.

Antes de começar, sugiro que se sente na frente de sua escrivaninha / mesa e reserve um momento para se concentrar na sua postura:

  • Como os seus pés são colocados no chão?
  • Qual é a posição dos seus braços?
  • As costas estão direitas ou relaxadas?
  • A respiração está rápida ou lenta? etc ...

Poderá fechar os olhos por um tempo e, depois de fazer um balanço mental do seu corpo, poderá reabri-los.
Instale-se confortavelmente, e sugiro que comece.

1) Convido-o a pegar nas suas folhas das revistas e colocá-las lado a lado:

  •            4 que gosta
  •            2 que não gosta

2) Agora escolha 4 cores e coloque de lado (na pilha de páginas selecionadas, por exemplo)

3) Agora pegue na sua folha branca e lápis.

Solte a mente e deixe o lápis guiá-lo para traçar um caminho (com uma linha contínua = sem levantar o lápis) que atravessa toda a folha.  Pare quando lhe parece o suficiente.

4) Agora marque uma área em sua folha que circunda com uma linha colorida.

5) Apague o interior desta área para obter um novo espaço.

6) A partir das páginas escolhidas no início do exercício, convido-o a compor um mosaico neste novo espaço. Depois de organizado, pode colá-lo.

7) Desenhe ou cole uma moldura na sua folha

8) Entre o mosaico e a moldura:

  •            Se neste espaço tem linhas a lápis, de que forma as cores (lápis, tinta ou outro) permitem que invista as diferentes áreas delimitadas pelas linhas?
  •            Se tem pouco ou nenhum traço a lápis, como as cores respondem ao mosaico?
  •            NB : Se não sabe como, deixe os seus lápis guiá-lo!

9) Dê um passo para trás e observe a sua conquista: pode dar-lhe um título?

Aqui!  Está pronto! Está satisfeito com o que fez?
Cada forma de proceder é única.

→ O interesse de tal exercício é questionar-se, reunir elementos de respostas e assim obter uma luz sobre o seu próprio funcionamento.
Isso permite conhecer o que nos atrapalha, o que gera stresse ... E a boa notícia é que, assim que tomamos conhecimento do problema, já demos o primeiro passo no caminho da sua resolução!
Aqui estão alguns caminhos para reflexão deste exercício. Eu convido-o a formular por si mesmo - Mesmo as respostas:

→ A questão de escolha (páginas de revistas, cores, disposição do mosaico, etc.): É-lhe fácil ou difícil fazer escolhas na vida? Porquê ?

  •            Colocar-se nas condições certas e no humor certo:  Conseguiu reservar um tempo para si mesmo? Permitiu-se voltar ao exercício, totalmente? Se não, quais foram os constrangimentos? Se sim, como fez isso?
  •            A frustração pode surgir ao apagar o interior da área ou quando teve que escolher imagens de que não gostou ou seguir instruções que não foram inspiradoras.
  •            Sentiu-se frustrado durante o exercício? Porquê? No seu dia a dia, como enfrenta e supera situações frustrantes?
  •            Deixar ir não é fácil ...

Conseguiu jogar o jogo? Sem esperar resultado? Se não, porquê? Se sim como fez, o que pensou?

  •            A organização em mosaico de páginas de que não gosta pode refletir como está lidando com eventos negativos na sua vida. Como fez?

Colocou todos os elementos "negativos" no seu mosaico? Ao corta-los perderam sua valência negativa?
Desapareceram sob os pedaços de imagem que preferiu?
Ou só deixou o que gostou?
E na vida, como faz? Quais são os seus recursos diante das dificuldades que surgem?

→ Finalmente, como apreendeu este exercício? Como se posicionou em relação às instruções: segui-as à letra? Porquê ? Permitiu-se a desvios? E na vida, como lida com as restrições? Pergunta aos outros (amigos, família, colegas, chefe, clientes, etc.? ) Como se posiciona diante das solicitações?
 

Pensamento positivo e cuide-se!

Para qualquer dúvida, observação ou outra necessidade, pode enviar a sua solicitação através do formulário de contacto no site: www.art- -terapia- ‐Grenoble.fr

 

 

 

 

< Voltar aos artigos